corredor do prédio do CCA

CCA | Departamento de Comunicações e Artes

Criado em 1967 - e integrado originalmente por professores vinculados, em sua maioria, às áreas da Linguagem e das Ciências Humanas - com especial destaque para Sociologia, Filosofia e Antropologia -, o Departamento de Comunicações e Artes (CCA) abrigou duas missões distintas ao longo da história da ECA. De sua constituição até o início dos anos de 1990, respondeu pela formação básica de todos os alunos da Escola, oferecendo as disciplinas curriculares de fundamentação teórica (ministrando, desta forma, 50% do currículo dos cursos da ECA). Com a reforma curricular da ECA de 1993-1994, concomitante à oferta de disciplinas obrigatórias e/ou optativas para os diversos cursos da ECA e para demais unidades da USP, o CCA diversificou seu foco de trabalho, quer intensificando a pesquisa acadêmica em nível de pós-graduação quer consolidando a oferta de ações formativas, concernentes à especialização e extensão. 

Em relação direta com essa nova orientação, o Departamento criou a revista acadêmica de circulação nacional Comunicação & Educação, instalou o curso de especialização lato sensu em gestão da comunicação e atendeu desde então, a aproximadamente 30 mil pessoas por meio de projetos de extensão presenciais e a distância vinculados, especialmente, à interface comunicação/educação, contribuindo para instituir políticas públicas de formação nos planos federal, estadual e municipal.
Tais fatos, em seu conjunto, propiciaram a construção dos referenciais epistemológicos e metodológicos indispensáveis à propositura de uma nova graduação para a ECA, a Licenciatura em Educomunicação. A nova proposta abriu um campo diferenciado de atuação para um novo profissional: o Educomunicador. O curso foi aprovado pela Congregação da Escola, em 2006, e pelo Conselho Universitário em 2009. Em fevereiro de 2011, o CCA inaugurou a Licenciatura em Educomunicação, acolhendo a primeira turma de 30 alunos. De perfil inovador, o curso é o primeiro em território nacional a se dedicar à formação de licenciados para atuar no magistério, como professores de comunicação, na área de consultoria - como assessores de projetos de comunicação educativa - e como pesquisadores. Em 2013, o CCA inaugurou o Laboratório de Inovação, Desenvolvimento e Experimentação em Educomunicação – LABIDECOM, destinado às atividades didático-pedagógicas da Licenciatura. Em 2015, diplomaram-se os primeiros licenciados em Educomunicação. 

Atualmente, o CCA reúne 14 docentes, cumprindo diferentes funções no espaço da ECA/USP: na Graduação, oferece disciplinas obrigatórias para os cursos de Biblioteconomia, Editoração, Publicidade, Relações Públicas e Turismo, além de disciplinas optativas para todos os cursos da ECA e da USP, atendendo uma média de 1.100 alunos a cada semestre. No total o departamento oferece cerca de 45 disciplinas obrigatórias e optativas por semestre. Na Pós-graduação seus docentes integram cinco diferentes programas, nas áreas da comunicação e das artes; na Pesquisa, Cultura e Extensão mantém dez grupos e centros de pesquisa com produção constante e relevante em suas áreas de atuação. Entre as ações do Departamento com forte repercussão em políticas públicas, destacam-se a realização dos cursos de Gestão da Comunicação e do Curso Educomunicação: Comunicação, Mídias e Educação, ambos em nível de especialização; o projeto Educom.rádio, em nível de extensão. Na modalidade de ensino a distância, colaborou com o MEC na implantação do Programa Mídias na Educação no Estado de São Paulo. Edita a Revista Comunicação & Educação, periódico mais consultado na área para pesquisas de mestrado e doutorado, em todo o país.