Graduação Artes Cênicas

Dados do curso

Duração ideal: 8 semestres

Possui prova de habilidades específicas

Coordenadora do curso: Verônica Gonçalves Veloso

O curso de Artes Cênicas, do Departamento de Artes Cênicas (CAC), explora os campos constituintes da produção teatral - atuação, direção, cenografia, teoria, dramaturgia, crítica, história e pedagogia - de forma bastante integrada, a partir da ideia de que a compartimentalização do saber na produção de conhecimento em artes se mostra cada vez menos exata. 

A grade curricular mescla teoria e prática na abordagem de conteúdos relacionados à produção cênica, ao ensino e à pesquisa, oferecendo a possibilidade de dupla titulação. Isto é, o aluno pode optar por se formar como bacharel e professor licenciado, com grande liberdade para transitar entre produção e ensino sem que, para isso, precise realizar mais de uma graduação.

Quer saber mais?

Acesse o menu ao lado e conheça o curso de Artes Cênicas. Para mais informações, consulte a página do Departamento de Artes Cênicas,

 

A formação em Artes Cênicas, em diálogo com poéticas contemporâneas e suas dimensões estéticas e políticas, visa a formar, no âmbito do Bacharelado, artistas teatrais que desenvolvam competências como pesquisadores e pedagogos e, no âmbito da Licenciatura, pedagogos que desenvolvam competências como pesquisadores e artistas. 

O sistema curricular implantado a partir de 2017 se baseia na articulação dinâmica de quatro modos de operação: disciplinas, ateliês, laboratórios e estágios. Os ateliês promovem o desenvolvimento de um projeto cênico coletivo, enquanto os processos de estudos e pesquisa para este projeto se dão nos laboratórios. 

Os quatro primeiros semestres correspondem ao ciclo básico, que traz disciplinas comuns a todas as habilitações. Dentre elas, por exemplo, encontramos Poéticas do corpo e da voz I, que busca levar o aluno a reconhecer os potenciais de seu corpo (como estrutura óssea, tônus muscular, pulso e respiração) e de sua voz (como dicção e equilíbrio tônico) como fontes de linguagem poética no teatro; Dramaturgia I, que estuda as formas fundamentais de dramaturgia moderna e promove exercícios de escrita teatral; e Teatro e Sociedade, que estimula um debate crítico com base no estudo das relações possíveis entre forma teatral e contexto social. 

A partir do quinto semestre, os alunos ingressam no ciclo específico, com matérias próprias da habilitação que escolheram. Neste ciclo, os alunos também podem optar pela dupla titulação, realizando as disciplinas da licenciatura de forma simultânea ou consecutiva às do bacharelado. 
 

Atividades extracurriculares na USP

O aluno pode se candidatar a bolsas científicas e de monitoria, como, por exemplo, PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) e PEEG (Programa de Estímulo ao Ensino de Graduação), que estabelecem pontes entre o ensino, a pesquisa e a cultura e extensão em Artes Cênicas. 

Pode também participar de núcleos de pesquisa ou grupos artísticos coordenados por professores do CAC, ou, ainda, colaborar com projetos de conclusão de curso de outros estudantes de Cênicas ou de outros departamentos da ECA. 

O aluno ainda pode complementar sua formação com matérias optativas e eletivas, que pode cursar em qualquer uma das unidades de ensino da USP (até mesmo em outros campi, como a USP Leste e o Quadrilátero Saúde-Direito), aprofundando-se em conhecimentos que sejam de seu interesse nas áreas de Humanas, Exatas e Biológicas. 

Há, ainda, a possibilidade de vivenciar intercâmbios universitários internacionais no período da graduação, em países como Portugal, Espanha, Chile, Estados Unidos e França. 
 

Áreas de atuação e mercado de trabalho

A integração entre Bacharelado e Licenciatura oferece ao profissional formado em Artes Cênicas a oportunidade de atuar tanto como artista teatral, quanto como pedagogo e pesquisador, capaz de coordenar atividades nos mais distintos campos em que a arte teatral seja proposta, seja como modalidade da educação formal (escolas de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) ou como ação sociocultural (na esfera de políticas públicas, ONGs, centros culturais, associações, prisões e diversos outros contextos). 

 

Os cursos de Bacharelado e Licenciatura em Artes Cênicas, afinados com os requisitos contemporâneos do ensino e da atividade cênica, estimulam a formação de um artista-pesquisador-pedagogo.

A conexão entre teoria e prática proporciona ao aluno a oportunidade não só de atuar na produção cênica propriamente dita, mas também nos campos de pesquisa e de ensino, sempre ligados à realidade social e política da cidade. Os conteúdos pedagógicos, assim, irrigam os processos teatrais e, reciprocamente, são irrigados por eles, articulados a uma ação educativa e social. A proposta é que os estudantes se tornem capazes de instaurar uma prática artística plena, tecida a ações educativas e sociais que busquem a ampliação da consciência e da participação de quem as vivencia.